Brazil Politics. The three branches of Brazilian Politics.

Ei! O que você sabe sobre a política no Brasil? Muita gente acha que falar de política é muito chato, mas é muito importante entender as questões atuais que estão acontecendo no mundo, certo? Então hoje, na nossa Dica, vamos aprender um pouco mais sobre o sistema político brasileiro, a estrutura política e governamental do Brasil, o sistema presidencialista, os problemas políticos, suas instabilidades e crises, a economia política e claro que vamos para aprender sobre a democracia brasileira e seu sistema multipartidário!

Você está pronto? Vamos!

O Sistema Político Brasileiro

A estrutura governamental do Brasil não é tão difícil de entender. O Brasil é uma república presidencialista federal, formada pela União, pelos estados, pelo Distrito Federal e pelos Municípios, e temos um sistema de controle para garantir o cumprimento da lei e da Constituição brasileira. Como muitas pessoas sabem, o Brasil é uma república federal presidencialista onde o presidente é eleito pelo povo a cada quatro anos. Ele/ela é o Chefe de Estado e ele/ela tem o poder de executar ou vetar leis e também administrar o país. Na televisão aberta, durante o processo eleitoral, há um intervalo obrigatório de 20 minutos para os partidos fazerem suas propagandas. É muito chato para algumas pessoas, rs!

O Brasil é dividido em 26 estados independentes e o distrito federal, que é Brasília, a capital. Cada um dos estados e a capital são representados por estrelas na bandeira Brasileira.

Podemos dividir o sistema Político Brasileiro em três poderes de governo: Legislativo, Executivo e Judiciário. Esses poderes são também divididos nas esferas federais, estaduais e municipais. Vamos entender cada um deles.

O Poder Legislativo

Sistema Político Brasileiro. O Congresso Nacional elabora leis para todo o Brasil.

O Poder Legislativo está envolvido diretamente com as leis. Esse poder tem que basicamente criar novas leis e também mudar antigas se necessário. Ambos os trabalhos para serem feitos, precisam passar por uma votação. Ele também é encarregado de supervisionar o poder executivo e apontar se há alguma coisa errada com a administração pública.

Ele cobre três esferas: Federal, Estadual e Municipal.

  • Federal: Deputados Federais e Senadores
  • Estadual: Deputados Estaduais
  • Municipal: Vereadores

Vocês sabiam que o ex jogador de futebol Romário foi um Senador? Ele foi eleito em 2010.

O Poder Executivo

Sistema Político Brasileiro. O Presidente tem a função de administrar bem o país.

O Poder Executivo é o maior administrador do país. Esse poder executa as leis aprovadas pelo Poder Legislativo e também é esse poder que faz as pessoas seguirem as leis. Existe uma diferença entre o executivo e o legislativo: No legislativo, o número de representantes é muito maior do que no executivo, ele tem um representante para cada esfera:

  • Presidente. Representa a Esfera Federal.
  • Governador. Representa a Esfera Estadual.
  • Prefeito. Representa a Esfera Municipal.

Se o Presidente ou qualquer representante de cada esfera sofrer um impeachment, o vice assumirá o cargo.

O Poder Judiciário

O Poder Judiciário é responsável por julgar possíveis infrações das leis existentes no país. Esse poder julga cada caso compreendendo a situação e buscando o melhor, justo e equilibrado julgamento. O poder judiciário apresenta algumas diferenças dos outros.

Esse poder não é separado em esferas, mas em algo que chamamos de matérias, elas são áreas diferentes no qual a justiça trabalha. Elas são divididas em:

  • Justiça Comum
  • Justiça Federal

E três especializadas:

  • Justiça Eleitoral
  • Justiça do Trabalho
  • Justiça Militar

Cada uma é dividida em 3 instâncias, mas a terceira é a suprema corte de cada uma delas, todas essas supremas cortes estão sob supervisão do Supremo Tribunal Federal. É importante dizer que as pessoas encarregadas dessas cortes, são ministros escolhidos pelo poder executivo e aprovados pelo senado.

A política do Brasil e seu sistema partidário

Os partidos políticos no Brasil existem desde a primeira metade do século XIX. Vários deles surgiram desde então, mas nenhum deles durou muito tempo. Assim, não há partidos centenários no Brasil e eles continuam crescendo e crescendo. Portanto, o Brasil tem um sistema multipartidário e há muitos, muitos partidos, como partidos de centro, centro-direita, centro-esquerda, direita, extrema direita, esquerda, extrema esquerda. Nossa, eu fiquei tonto agora lol.

Esses partidos podem se organizar como quiserem, e podem ou não receber apoio parlamentar ou popular. Alguns são independentes, mas esses nunca vão muito longe nas eleições. Essa Dica não vai poder falar de todos eles, mas você pode conferir aqui a lista completa dos partidos políticos no brasil.

Eleições no Brasil

Sistema Político Brasileiro. A urna eletrônica é usada no Brasil desde 1996.

O voto é obrigatório no Brasil, isso significa que qualquer cidadão entre 18 e 65 anos é obrigado a votar. As consequências de não votar podem ser muito sérias. Além de pagar uma multa, um Brasileiro pode ser impedido de conseguir um passaporte, um empréstimo bancário ou até mesmo se inscrever em uma instituição ou emprego público.

De acordo com o Sistema Político Brasileiro, há dois períodos diferentes para eleições no Brasil. Um período para votar para presidente, governadores, senadores, deputados federais e estaduais e também outro para escolher prefeitos e vereadores. Isso significa que a cada dois anos os Brasileiros precisam votar por algo. Lembrando que um mandato político dura 4 anos, então se votamos para Presidente em 2018,  vamos votar para Prefeito em 2020, e só votamos novamente para Presidente e 2022. Sim, é muito voto!

Por mais que tenhamos muitas eleições, muitas pessoas consideram o voto muito importante para a democracia brasileira porque o Brasil passou por um longo período de Ditadura Militar, em que as pessoas não podiam votar. No entanto, nos últimos tempos, tem havido muitos debates sobre o voto obrigatório, o que tem causado alguns problemas políticos no Brasil.

A política do Brasil e a importância da democracia

Na verdade, alguns brasileiros preferem que o voto não seja obrigatório e outros querem que o voto permaneça obrigatório. O que você pensa sobre isso?

O Brasil passou por um longo período ditatorial, que começou em 1º de abril de 1964 e terminou em 15 de março de 1985, sob o comando de sucessivos governos militares. A ditadura teve um forte lado autoritário e nacionalista, e começou com a expulsão de João Goulart, que era o presidente do período e eleito democraticamente. Nesse período, muitas pessoas foram presas e assassinadas por protestar contra a ditadura e por reivindicar o retorno da democracia.

O regime acabou quando José Sarney assumiu a presidência, então quando a democracia no Brasil voltou, as pessoas puderam votar novamente! Por isso muitos acreditam na importância do voto obrigatório para manter a estabilidade política no Brasil.

Uma coisa muito interessante também sobre as eleições no Brasil é o fato de todo o processo eleitoral ser eletrônico. Enquanto muitos países uma cédulas de papel para votar, no Brasil, a urna eletrônica é usada para votar desde 1996. Um jeito prático e mais rápido para votar e saber os resultados.

Crise política do Brasil – as raízes

A política do Brasil é MUITO louca, e as raízes dessa crise são muito complicadas, mas vamos tentar entender. Então, tudo começou em 2013, em São Paulo, quando muitas manifestações de rua começaram devido ao aumento da tarifa do transporte público, gerando grande comoção pública em milhares de cidades. Essas manifestações também acabaram chamando a atenção para outras áreas, como educação, saúde e segurança. Assim, a população brasileira passou a mostrar desconfiança e insatisfação com as instituições públicas, presidentes e partidos políticos brasileiros.

Além disso, em 2014 teve início a Operação Lava Jato, que foram várias ações realizadas pela Polícia Federal denunciando esquemas de corrupção, que levaram à prisão de políticos famosos. Muitos dos aliados da presidente Dilma Rousseff estiveram envolvidos nesses esquemas de corrupção, e assim sua imagem foi para o ralo, contribuindo para seu processo de impeachment em 2016, encerrando treze anos de governo de esquerda no país. Ela foi forçada a deixar a presidência e isso é muito sério!

O surgimento da polarização na crise política brasileira

Os seguidores dos partidos de esquerda e direita assistiam ao julgamento de impeachment como uma verdadeira final de Copa do Mundo. Esses momentos apenas confirmaram os fortes sentimentos de polarização e oposição ideológica no Brasil. Os “Prós-Dilma” vestiam-se de vermelho quando iam às ruas; e o “Anti-Dilma”, vestido com a camisa verde e amarela da Seleção Brasileira de Futebol. E até hoje essas são as cores principais desses partidos.

Então, Michel Temer assumiu em 2017, mas ele tinha muitas diferenças com Dilma, principalmente porque eram de partidos diferentes e também porque tinham projetos sociais diferentes.

Ele passou pouco tempo na presidência (esse período foi uma loucura!), Mas a população em geral também desaprovou seu governo, que também teve processos criminais, o que acabou levando à sua prisão. Assim, a crise política no Brasil só foi se agravando .

A política do Brasil e o início da crise atual

As questões políticas no Brasil no ano de 2018 foram muito, muito loucas (mais loucas do que antes? Bem, me conta aí!) e tudo começou quando o ex-presidente Lula, que popularmente tinha o título de “pai dos pobres”, foi preso pela Operação Lava Jato. Só para lembrar, ele era um dos favoritos para a eleição.

Mas, segura aí porque não estamos no fim! Nesse mesmo ano, o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi esfaqueado no estômago (sim, você leu direito!) e teve que ser hospitalizado. Plot twist, ele está vivo e ainda causa muita polêmica no Brasil.

Além disso, seu governo também é marcado por muitas crises e controvérsias. Bolsonaro é famoso por sua forte postura cristã e nacionalista e, em muitos discursos na televisão, fala sobre o desejo de retorno da ditadura militar. Ademais, ele é comumente associado em todo o mundo como um homem que fala muito, e a oposição diz que ele fala um monte de bobagens!

A situação política atual e mais crise!

Então, a atual situação política do Brasil é toda sobre polarização e muitas brigas na internet e na televisão. Isso está cada vez mais forte, e aqui sempre há uma manifestação e o famoso “panelaço”, quando as pessoas pegam suas panelas e começam a bater cada vez que o presidente dá um discurso na televisão. Eu disse a você que o ambiente político do Brasil é uma loucura. Então, se você me perguntar, eu diria que o clima político brasileiro está ficando muito quente e as pessoas estão animadas e nervosas com as próximas eleições.

A situação política do Brasil de 2020 a 2021 ficou ainda mais louca com a Covid-19, e muitas pessoas estão acusando o governo das mortes e da falta de investimento em saúde. Portanto, agora a CPI da Covid está em andamento, que é uma comissão parlamentar com o objetivo de investigar omissões e irregularidades nos gastos do governo federal durante a pandemia da Covid-19. A cada dia algo diferente acontece no Brasil neste comitê e todos estão bem cientes disso.

Economia política do Brasil

A economia política do Brasil tem sido historicamente baseada em uma forte presença estadual (federal) com muitas políticas keynesianas. Pois bem, grandes empresas, empresas públicas e instituições públicas dominam a economia do Brasil que se baseia principalmente no primeiro setor. A moeda brasileira foi historicamente bastante fraca no século 20, sendo mais estável no século 21, mas ainda bastante dependente do dólar americano e das principais moedas estrangeiras.

A indústria brasileira é baseada principalmente na produção agrícola. Exportamos soja, frango e suco de laranja. Além disso, o Brasil é líder na produção de açúcar e frutas tropicais. Bem, nós amamos frutas e temos muitas delas por aqui, certo? Assim, também somos muito conhecidos pela indústria de carne e ocupamos o terceiro lugar na produção mundial de carne bovina. Também adoramos churrasco. Eu acho que você sabe isso! 😉

Agora é sua vez!

Complete as frase abaixo usando as palavras dentro da caixa:

Executivo povo obrigatório Presidente quatro Governador Tribunal Prefeito eletronicamente
  1. O presidente do Brasil é eleito pelo ___________.
  2. O sistema político é dividido em Legislativo, ____________ e Judiciário.
  3. _____________, _____________ e _____________ fazem parte do poder Executivo.
  4. O Supremo _____________ federal é responsável pelas cortes supremas.
  5. O voto é _____________ no Brasil.
  6. Um mandato político dura _____________ anos.
  7. No Brasil, o voto é feito _____________.

Ok, galera! Nós terminamos aqui essa Dica sobre o Sistema Político Brasileiro. Inscrevam-se na Dica do Dia para mais informações da língua portuguesa.

Tchau, tchau!
Abraços da Rio & Learn!

             Leer esta Dica en Español
Clique nos links abaixo para ver mais Dicas relacionadas
Quem é Getúlio Vargas?
Vocabulário de Mercado de Trabalho em Português
Ditadura no Brasil
A História do Rio de Janeiro

Respostas

  1. O presidente do Brasil é eleito pelo povo.
  2. O sistema político é dividido em Legislativo, Executivo e Judiciário.
  3. PresidenteGovernadorPrefeito fazem parte do poder Executivo.
  4. O Supremo Tribunal federal é responsável pelas cortes supremas.
  5. O voto é obrigatório no Brasil.
  6. Um mandato político dura quatro anos.
  7. No Brasil, o voto é feito eletronicamente.

0 638